Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: lado nenhum
recomeça o futuro sem esquecer o passado

10 de setembro de 2014

lado nenhum

Sob chuva que apareceu assim num repente vagueio ideias pelos caminhos abrigados em que me passeio. Dumas vou gostando, doutras vou limando aresta, de outras mais vou esquecendo e de poucas tantas vou compreendendo. Mas o que sublinho é que vou indo, vou andando nestes caminhos, umas vezes sabendo explicar outras calando-me em palavras doces e sempre entendo-me.
Sob chuva vou caminhando mesmo que seja para lado nenhum.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007