Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: só porque chove
recomeça o futuro sem esquecer o passado

19 de novembro de 2014

só porque chove

Chove que nem parece ter céu que chegue. Tanta água remexe a terra, lava a fundo a consciência, enfraquece o medo e as luzes da rotina se apagam.
Chove num adultério de memórias, numa orgia de dores.
Chove afinal apenas.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007