Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: do sol à sombra
recomeça o futuro sem esquecer o passado

5 de março de 2015

do sol à sombra

Retiro-me do sol e me sento na sombra como que alinhavando ideias, calcetando sonhos ou simplesmente a olhar para lado algum enquanto imagino a arranjar-me desde que torto nasci.
Retiro choros que chorei por estar cansado e porque às vezes tudo me cansa. Retiro lágrimas soltas que deixei cair por melancolia. Seco os olhos dos choros envelhecidos nas saudades. Limpo a cara das que rolam por rotina.
Retiro-me do sol e me sento na sombra, feliz porque estou num constante começar-te.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007