Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Perco as minhas palavras num beijo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

12 de abril de 2016

Perco as minhas palavras num beijo

Perco as minhas palavras numa distracção de outros afazeres. Quem me dera ser assim, carregado de palavras que não fogem de mim, que neurónios não as absorvam como se esponja fossem, vapores de água duma febre que não tenho, discurso calado por preguiça de mexer a boca, máscara de metáforas que se colam no céu da boca e dão nó na garganta. Tivesse eu estas todas palavras e não estaria agora aqui nu de silÊncio.
Perco as minhas palavras noutros caminhos ou caminhadas que me fazem sorrir, outros campos outros lugares que apenas num gesto me aconchego. 
Perco as minhas palavras num beijo


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007