Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: promessas
recomeça o futuro sem esquecer o passado

21 de julho de 2016

promessas

Olhá lá que me esqueci de soletrar palavras num divertimento que me entretém.

Acho eu, num tempo qualquer, eu me prometi sorrir sempre. Eu me prometi também nunca me arrepender de coisa alguma. Se não foi antes que o fiz, lhe faço agora com retrospectiva idade de criança.
Afinal me descomprometo dessa promessa.
Tantas vezes me arrependi de ter chorado, de ter esquecido de dar aquele abraço, de não ter devolvido aquele sorriso, ter interpretado mal umas palavras que pensei ter ouvido e de tantas outras coisas que nem com cábula me ia fazer lembrar tudo.
Prometo só que vou tentar ainda ser melhor, que não vou esquecer de sorrir, que as lágrimas serão de alegria muitas vezes e que tudo vai ser por mim verdade, nas promessas.
Afinal de contas amar é bonito, feio mesmo é não ligar.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007