Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sabe o sabor de ser gente
recomeça o futuro sem esquecer o passado

31 de março de 2017

sabe o sabor de ser gente


Olho assim e deixo o meu peito soltar palavras como se uma rio estivesse a nascer. Tento travá-las, por vergonha, receio ou dúvida. Três incógnitas que me poderão levar à loucura. Mas as palavras saem como se tivessem vida própria, descobrem-me, desnudam-me, vestem-me tentando sarar qualquer ferida que tenta abrir-se em mim.
Olho assim e restauro-me todos os momentos. Desde o nascimento até agora. Mesmo os tempos que não o sendo eu tentava ser maduro, mesmo que não me apetecesse eu tentava elogiar, mesmo do tempo em que eu tinha que segurar o ímpeto de me atirar aos braços de alguém. 
Olho assim e me sabe o sabor de ser gente.

Sanzalando


0 comentários:


WebJCP | Abril 2007