Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Soletradamente
recomeça o futuro sem esquecer o passado

19 de abril de 2016

Soletradamente

As palavras se soletram num silvo de brisa que sopra desde o outro lado do mar. Ouço-as em silêncio enquanto vejo o crescer das árvores.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007