Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: medito porque ganho
recomeça o futuro sem esquecer o passado

24 de março de 2017

medito porque ganho

Sopra vento que já foi brisa na manhãzinha cedo. Acho este vento vem de leste. Ou será este. Não sei, eu a olhar para o zulmarinho ele sopra da esquerda e ponto final que eu ainda sei qual é a minha mão mais cega.
O cabelo faz tempo se despenteou, porém já não cai nos olhos nem me chateia porque escasseia. Eu olho o zulmarinho que em cada onda levanta é spray que até apetece fotografar porque é bonito. 
Eu medito. Mas porém não me deito. Medito em que tudo o que vai pode até voltar, ou não. Mas não é igual. Não volta igual ao que foi. Chateia perder tempo assim? Não. Ganho na verdade. Não me surpreende que o vento mude, que a vida volte nas voltas que dá, nos sorrisos que não recebi, nos olhos agradecidos que não senti. Ganho sabedoria.
O zulmarinho tem destas coisas, não me perde tempo do tempo que lhe dou porque ele sabe que eu falo não o que ele quer ouvir mas sim o que me apetece lhe dizer

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007