Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: milibares e assim
recomeça o futuro sem esquecer o passado

27 de março de 2017

milibares e assim

E o sol timidamente tenta romper através das nuvens. Como é que ele assim vai conseguir chegar ao verão? Já não tem sol como que era quando eu era puto e andava de calções a gastar os joelhos nas corridas de patins. Esse sol me levava na praia e fazia com que eu não saia de lá. 
Pronto, já sei. Sou assim um modo de sem graça, fácil de irritar e que ainda sonha com o coração. Eu não mereço um dia de sol na primavera. Manhã verão e à tarde inverno. Nem isso, digo eu.
E a brisa que vira vento assim que nem dá troco ao meu lamento?
Primavera de frio, obrigado ao dono do tempo que não deve ter tempo para dar tempo a tempo. Vai ver ele entrou em baixa pressão, num anticiclone que virou-lhe a cabeça e ele pensa é alta pressão. Milibares de razões tenho para estar assim.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007