Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Saudade e tristeza
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de dezembro de 2007

Saudade e tristeza

Me sento por aqui e me fico a olhar-te desafiante sem medo dos seres inertes que te circundam. Pudesses tu cravar os teus olhos nos meus e eu tremeria de ousadia e ansiedade.
Me sento aqui neste singular combate de olhares imaginários à espera de um dia poder estar de partida e encher-te de mimos num rebolar de esquecimento de todas as feridas, num sarar de todas as saudades.
Me sento aqui, muro de recordações e futuros, num desabafar de tempos.
Me sento aqui dando volta por caminhos que me levam aos sonhos. Inútil. A tua ausência me enche de vazio de ilusão. O silêncio das minhas palavras é interrompido pelo gritar do coração que incessantemente te pensa e me leva à convulsão nostálgica duma convulsivante vida futura.
Me sento aqui rodeado deste microcosmos que me abraça em saudade, tristeza. Saudade, senhora que me arrefece a alma e isola os sentimentos. Tristeza, senhora de muita idade que me cinzenta a vigília dos dias de sol. Mas são ambas que me mantém acordado e me dão conta do quão difícil é encontrar-te. São elas que me fazem esperar esse impossível. Quando te encontrar estou certo que não me desfarei delas porque sei que elas me farão sentir a luz que não tinha, a alegria que não sentia.
Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007