Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sou poeta
recomeça o futuro sem esquecer o passado

4 de dezembro de 2007

sou poeta

Me sento aqui porque não quero acreditar em mais nada. Não quero ser absorvido pelo mundo e pelas suas ideias. Fujo dos seus medos e monopólios. Não me nego a ser parte deste mundo. Não vou dar um passo atrás na minha liberdade. Nego-me a fazer intervalos.
O que tenho feito do meu tempo? Nem sei para que serve o tempo, tão perdido que estou.
O meu rádio toca uma canção que faz anos que não ouvia: Baby love.
Pouco me importa.
Perdi-me por coisas banais. Não tenho o que quero, portanto não quero mais nada.
Não encontro amarras no lugar em que estou.
Sou um poeta da melancolia perpétua.


Clica na imagem e vai sempre clicando onde escolheres...

Sanzalando

3 comentários:


WebJCP | Abril 2007