21 de março de 2015

poema cansado

Tenho medo de me cansar. Canso-me do silêncio,  da mentira,  da irá, do ócio. Tenho medo de me cansar de que um dia te cales. Cansado te peço: não te cales.



Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado