Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: instantaneamente
recomeça o futuro sem esquecer o passado

24 de fevereiro de 2010

instantaneamente

Foi um pequeno instante e apareceu a folha branca outra vez como passe de magia. Nesse instante, que perdi, a olhos vistos e sem querer acreditar, acho tinha te falado palavras de amor, acho te tinha contado uma estória de te fazer sorrir e de ter dado aquele brilho quente que me faz suar. Mas perdi. Como aliás tenho perdido tantos instantes assim num deus dará que eu não tenho nada a haver com isso.
Te recontar um instante perdido é o mesmo que aquecer água quente numa geleira. Desconsigo como a água dum rio desconsegue passar a mesma ponte duas vezes.
Olha, foi apenas mais um instante que se me varreu.

Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007