Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Domingo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

6 de fevereiro de 2011

Domingo

Sem palavras porque sem voz ou sem voz porque não tenho palavras. Acho cheguei ao ponto farto de soletrar lágrimas. As lágrimas têm som salgado. Salgado mar que me deixas aqui em terra, do lado errado desta margem que não me dá margem de manobra.
Aqui estou sentado à espera qual aranha num túnel de esperança escurecido pelo tempo.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007