Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: coração matumbo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

8 de agosto de 2011

coração matumbo

Me atiro num por aí sem rumo nem destino à procura de te conhecer e descobrir um defeito para colocar no meu coração. É, eu queria que ele visse assim qualquer coisa e deixasse de morrer de amor. Mas desconsigo. Sei que tens defeitos, que tem erros, que isto e mais aquilo. Eu sei mas ele não sabe e parece até nem quer saber.
Sabes, ele te vê como quem olha numa rosa de porcelana, como quem beija num pôr de sol, como quem sente uma carícia numa manhã de cacimbo. Como é que eu lhe vou dizer tantas coisas que eu te penso e ele não faz nem uma ideia por mais pequena que seja.
Acho vou ter de virar fera, gritar com ele e dizer que tu não és nem princesa nem salvagem.
Eu sei, ele me vai dizer nas calmas dele: ela me é perfeita e vou fazer mais como então?





Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007