Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: um dia
recomeça o futuro sem esquecer o passado

16 de agosto de 2014

um dia

Gasto passos num para lá e para cá ao longo do mar. Descubro que o meu universo é diferente, sou exigente e um amante infinitamente apaixonado por paixões que me criam saudades mesmo que eu não saiba de quê. Neste vagabundar pela areia vivo na angustia do incerto mesmo que perca a piada da futorologia. Afinal de contas concluo que sou um reflexo abstracto, sem norte ou sul, sem estrela ou sem sol.
Nada disto, sou apenas um vagabundo dentro de mim com tudo isto à mistura e muito mais que um dia irei descobrir.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007