Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: com um tempo assim
recomeça o futuro sem esquecer o passado

15 de maio de 2017

com um tempo assim

Nem sol, nem vento, nem chuva, nem nada. Tempo assim de estar sentado a ver o nada. É assim um dia que nem o hoje de agora. É assim num olhar e ver-me, na praia, no cinema ou em casa. Até parece eu virei caçador de mim. Emesmei-me é o que eu penso com este tempo.
Com este tempo assim eu achei-me era saudade. Saudade de não saber quem eu sou. 
É, um tempo assim de fantasmas e duendes, de bruxas e bruxedos. De interessante nada de novo.
Com o tempo assim eu me motivo a meditar um silêncios imperfeitos, em aceitação do eu desajustado de mim e em palavras de conveniência

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007