Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: caminha comigo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

2 de agosto de 2008

caminha comigo

Neste traço de caminho feito em letras, palavras e frases só te posso dizer para que não caminhes à minha frente porque posso não seguir-te, assim como não deves caminhar atrás de mim porque poderei não saber guiar-te. Caminha mesmo só a meu lado para podermos conversar sobre tudo e sem nada em especial.
Caminha comigo mesmo que nos entendamos através do silêncio ou mesmo que nos doam todos os músculos de tantas palavras proferidas, porque é preferível termos uma dor de tanto procurarmos, do que termos paz por nos termos renunciado à busca.
Caminha só mesmo a meu lado e me acompanha nesta procura de um sorriso, duma alegria, dum momento de felicidade.
Olhando para todas as minhas palavras, paradas no tempo passado, eu penso que fui mudando ao longo dos tempos. Encontro palavras cinzentas condizentes com o cabelo, encontro palavras soletradas parecidas com as rugas, vejo palavras desfocadas idênticas às névoas vistas das cataratas.
Caminha comigo que faz tempo que perdi o meu ar selvagem e não te deixo parecer mal.
Caminha comigo porque eu não quero estar só.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007