Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Distracção
recomeça o futuro sem esquecer o passado

20 de agosto de 2008

Distracção

Caminho vincando bem a areia mole. Peso pesado que marcha sobre as palavras frágeis da nostalgia e saudade. Os meus olhos olham a direito como quem olha para uma alucinação, produto de desejos e de esperas desesperadas. Falo-me palavras em silêncio duma vida desgastada em equívocos, sonhos adiados, sobressaltos do destino.
Caminho enquanto o tempo decorre na sua lentidão de certeza feita.
Caminho debruçado sobre mim, perfume de maresia que me entra como se existisse uma janela aberta.
Caminho na distracção da esperança.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007