Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Dando a Volta ao Mundo da Imaginação(I)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

21 de janeiro de 2009

Dando a Volta ao Mundo da Imaginação(I)

Umas gotas de chuva na minha pele fizeram estremecer o carisma que julgava ter. A minha roupa empapada tornou-se pesada como as pedras das ruínas da Grécia Antiga. Pelo menos assim me sentia, um monte de pedras dispersas que outrora tivera significado. Hoje pouco mais sou do que valor histórico.
Suspirei num silêncio profundo como quem busca uma ideia, uma salvação.
Sorri e como num novo alento pensei em Roma, mas logo enumerei as pedras do Coliseum, da Via Ápia e do Fórum Romano. Caminhos que não me levam a lado nenhum porque não lhes conheço. Lembro-me vagamente destes nomes num ter decorado por obrigação.
Suspirei de novo num respirar paciente.
Sorri e passeei-me nas ruas da tua mão enquanto procura palavras para fazer o meu primeiro poema. Mas o meu cérebro estava mudo pelo que voltei a suspirar ao mesmo tempo que uma rajada de vento quase me arrancava o cabelo. Protestei. Gritei.
Senti um calafrio. Uma arrepio. Tremi sem já saber se era medo, frio ou raiva.
Afinal de contas era uma felicitação congelada pelas estórias que nunca contei, pelos sentimentos que nunca senti.
Como é que eu podia ter feito tantas essas coisas se eu não existo, se eu sou apenas o fruto da minha imaginação?

Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007