Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: um plano B
recomeça o futuro sem esquecer o passado

25 de abril de 2010

um plano B

Faz conta cheguei, assim mais ou menos feito naufrago, a uma ilha deserta. Me repletava a fome e o frio num encher de raiva que até me perguntei porquê era eu e não outro dos biliões que havia na terra. Mas olhei para todos os lados e só lá estava eu por isso não tinha nem resposta para me dar. Me calei num quase rebentar de raiva, procurei qualquer coisa para matar a fome, umas folhas que quase pareciam as costelas de Adão, mas não tinham os recortes, construi um refúgio e lentamente comecei à procura doutras respostas. Já tinha comido umas ervas que me sabiam a cebola, já tinha construído uma cabana e já tinha reconstruído a pouca roupa que me sobrava, pelo que fiquei com tempo para ter tempo para pensar em mim.
Me sentei na areia da praia por onde tinha chegado vindo a nado e aos rebolões.
Olhei em frente e tentei perceber o que é que tinha acontecido e só tinha uma resposta: é passado, olha no futuro!
Acordei do faz de conta e decidi que um dia vou ter que ter um plano B.


Sanzalando

7 comentários:


WebJCP | Abril 2007