Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sombra
recomeça o futuro sem esquecer o passado

15 de abril de 2011

sombra

Procuro uma sombra onde possa repousar os meus pensamentos. Árvores? Não me apetece estar à sombra duma qualquer árvore. Se me lembrasse agora o nome de uma que não fosse imbondeiro, acácia, ou castanheiro que não dá as castanhas das castanhas dos frutos secos, eu ainda que podia escolher uma árvore. Mas das outras ou não gosto ou lhes sou ignorantemente surdo de memória. Por isso não quero uma árvore. Um prédio? que piada tem pôr os meus pensamentos a descansar numa esquina e acompanhar a sombra no passar do tempo? Mas eu quero uma sombra onde possa por os meus pensamentos a arrefecer. É que é lindo cada pensamento meu sobre ti, cada segundo que penso em ti mesmo que saiba que esses pensamentos possam estar estragados pelo pisar do tempo.
Quero uma sombra e acho encontrei a sombra que procuro. 
Acho mesmo vou ficar quieto na tua sombra, eternamente olhando-te a tapar-me o sol.


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007