Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: poema de amor sem poesia
recomeça o futuro sem esquecer o passado

14 de maio de 2012

poema de amor sem poesia

Por aqui, por ali, tantos poemas de amor que fiquei de escrever que não sei por onde começar mais um. É verdade que nunca fui bom de letra e as palavras me faltam quando as sinto na ponta da língua. De verdade verdadeira que tu me fazes sentir inspirado. Cada vez que te penso, cada vez que te vejo em fotografia ou em letra escrita por outros sinto um arrepio e me apetece desenhar poema de amor como se eu soubesse todas as palavras que sinto por ti.
Não me canso cada vez que me repito porque eu quero que tu saibas que o amor verdadeiro não é aquele que chega primeiro, mas apenasmente o que existe de verdade.
Como eu tenho medo de ver desmoronar a falésia de sonhos que criei à tua volta.
Um dia, sem palavras, te direi cara na cara que te amo.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007