28 de junho de 2014

palavra solta

Uso palavras em pensamento,  voz ou escrita; gasto-as ou as guardo numa estante da memória sem saber o que com elas faço ou farei num qualquer presente. O que sei é que neste instante faço: tas dou com carinho, o mesmo com que a brisa me despenteia, a maresia me perfuma ou a areia me esfolia os pés.  Uso a palavra mesmo quando apenas te olho.


Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado