25 de junho de 2014

por assim

- Olá, como estás?
- Tudo bem por aqui. E tu?
- Assim num mais ou menos!
Era assim um diálogo que eu ia ter comigo e parei. 
Não vou gastar palavras só porque estou triste. Eu tenho força para guardar silêncio mesmo que me apeteça gritar ou para sorrir mesmo que a vontade seja de chorar. 
Eu tenho força, amor. Eu sei, dás-me o teu ombro.
Eu sei amanhã vamos todos sorrir.


Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado