Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: lua e sol
recomeça o futuro sem esquecer o passado

27 de janeiro de 2010

lua e sol

Foi um instante, o tempo duma fotografia, e tu estavas onde devia estar a lua. Pelo menos foi o que me pareceu. Estavas rodeada de estrelas, brilhavas luxuriantemente como que vestida de lantejolas para me agradar. Ou era apenas para dares nas vistas? Eu olhei-te fixamente como a querer guardar essa imagem como tenho guaradad todas as imagens desde a infância. Sei que foi nesse instante que a realidade foi subtraida na fantasia e o resultado foi uma lágrima escorrida na cara semelhante a tantas outras.

Foi um instante de alegria, de brilho nos olhos e vontade de pular até te alcançar.

Agora ando sempre a olhar para o céu para ver se te vejo, disfarçada de sol, de nuvem ou apenas de meu anjo da guarda. Fazes parte dos meus instantes, dos meus silêncios e das minhas lágrimas. Um dia, nem que seja por mais um instante, serás minha de alma e coração. Está escrito, ou deveria estar no livros dos deuses.

Por um instante tu és lua e sol.


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007