Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: aproveitando o vento
recomeça o futuro sem esquecer o passado

25 de junho de 2011

aproveitando o vento

Aproveito o vento forte que sopra. Pouco me importa que ele venha do norte ou sul ou leste ou lá que seja, apenas me importa que eu caminho ao sabor do vento, depois logo se verá e logo protestarei. Aproveito o vento e tenho a impressão que a vida corre veloz e leve, umas vezes depressa demais que até faz parece é tropeçar, outra abranda e lentamente parece não se importar em acompanhar a força do vento, mas sempre com a sensação que não é aqui que a minha vida queria estar.
Me convido a ir beber um copo, aproveitando o vento de feição, e me conto estórias ou contarei estrelas porque embora eu não as veja elas devem estar lá como é costume e eu me esquecerei que o vento leva o tempo que a vida me trás.
Afinal de contas, com ou sem vento o que eu queria mesmo era poder olhar-te, sentir-te e dizer coisas de ti.
Aproveito o vento que me levou o cacimbo e te olho tão intensamente que até vejo o fundo do meu olhar.

Sanzalando

4 comentários:


WebJCP | Abril 2007