Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: metades
recomeça o futuro sem esquecer o passado

30 de janeiro de 2014

metades

Dou comigo a passear ao som duma música qualquer num qualquer sítio deste mundo. Aprendi a falar e passo o meu tempo mais calado, aprendi a escrever e, no silêncio das palavras escritas, vou debitando sonhos de criança feita homem ou vice versa.
Dou comigo a passear e a dar valor ao silencioso voo dos pássaros que levam as minhas palavras escritas como a cauda dum papagaio de papel que só eu consigo ver.
Passeio ao som duma música sabendo que sou apenas metade de mim porque a outra metade não está comigo quando tu dizes até mais logo, coração. A outra metade, que passeio, escreve silenciosamente palavras a pedir para ficares.
Passeio como se este passeio fosse dum alto teor alcoólico e eu queria esquecer este tempo em que resta apenas metade de mim.
Vem logo, coração...



Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007