Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Poesia num domingo ou nada disso
recomeça o futuro sem esquecer o passado

21 de março de 2010

Poesia num domingo ou nada disso

Andava para aqui às voltas com um regresso ao futuro, que não me levou a lado nenhum e o pousei num canto da gaveta à espera doutros dias. Já sonhei por instantes, constantes e repetidas vezes, já naveguei numa garrafa, já pintei sonhos em tons garridos, pintei frustrações em cores pálidas, nadei em mares de nostalgia, afoguei-me em lágrimas de amores ultrapassados, dialoguei-me em silêncios enquanto abafava dores gritantes que nem as mais berrantes cores eram capazes de descrever, ultrapassei medos que chegaram a pavores, quando me disseram que hoje era dia de POESIA. Ai se eu fosse poeta escreveria em voz de declamador um qualquer poema de amor. Mas assim sendo prefiro sentar-me a ler um livro de poesia. Pode ser Ondjaki. Porque não?
Bom Domingo!

Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007