8 de outubro de 2013

Palavreado solto

Eu gostava de ser uma pessoa assim sem muitas virgulas, reticências e pontos de exclamação e sem quase nenhum mas.
Gostava de ser só um coleccionador de sonhos, daqueles que não perde nenhum no caminho, que acredita nas estórias, que ri por tudo e quase nada. Eu gostava mesmo de usar as palavras soltas em versos de poesia rimada com ritmo de coração. Eu só gostava de gostar de ser como sou e sorrir quando o não sou.
Gostar, gostar, só de ti amor que não tenho.


Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado