Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: me deixo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

6 de agosto de 2009

me deixo

Me deixo caminhar de olhos vendados numa venda de sonhos e ilusões e me deixo levar pela sensação de ouvir a tua voz na minha alma e me sinto voar de realidade em realidade como se em equilibrio numa corda da vida.
Me deixo caminhar como num voo planado de imaginação, fio condutor da vida sem saber se louco ou adormecido que sonha.
Me deixo embalar no marulhar azul duma maresia embriagante de sonhos.
Me deixo. Apenas me deixo mais uma vez embalar por ti.
Um dia, eu me deixo, apenas me deixo.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007