Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: tem dias e dias
recomeça o futuro sem esquecer o passado

24 de maio de 2011

tem dias e dias

Tem dias que o dia não tem tempo para mim, assim como tem dias que eu não tenho tempo para dar ao dia, e estes tempos tem destes dias em série que até parece é mau olhado que me olharam na alma. Vou fazer mais como para esquecer os dias que não têm tempo e os tempos que não têm dias para mim? Viver cada tempo como se fosse o tempo final duma interrogação indefinida na constância do tempo.
Nestes dias deixei de ter tempo de planear o tempo porque acaba tudo por acontecer ao acaso e eu acabo de fazer o que é importante mesmo que no momento não exista importância certa em relação ao tempo inexistente.
São dias, horas, minutos ou segundos. Fracção dum tempo indefinido num vazio temporal que deixo esgotar com vontade de ter tempo para com tempo planear qualquer contratempo. 
Afinal de contas a minha idade é um número que limita a minha falta de tempo amanhã, pelo que o dia de hoje não posso perder tempo dum tempo que não tenho e fechar os olhos a fingir que vivo o sonho que sonhei numa tarde com tempo.
Como eu gostava de ter tempo para com tempo recordar a primeira vez. Tantas são as primeiras vezes que já não sei se o tempo teria dias para me dar tempo.
Tem dias.


Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007