Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: um beijo que não sei se dei
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de maio de 2011

um beijo que não sei se dei

Tropeço silabas na encruzilhada de parágrafos. Me disseram que era normal quando se vai buscar imaginação na memória. Acreditei e quando dei por mim estava a sonhar e como sempre era sobre e contigo que eu sonhava. Acho que tenho de pôr a memória de lado, olhar apenas para o que os olhos vêem, sentir apenas o que os cinco sentidos sentem e esquecer o futuro baseado no ontem.
As silabas parecem deixam de ter sentido e os parágrafos se misturam num engarrafado trânsito de ideias doidas. Penso que tropecei em ti, no sentido real da expressão. 
Olhos nos olhos e deixo-me ficar assim num entardecer que o tempo cinzenta de forma gradual e triste.
Hoje, quase parece dia oficial do cacimbo, eu estou embrulhado em silenciosas ideias vazias.
Um beijo te dou, em memória perdida dos tantos que te devia ter dado faz agora mais que muito tempo.



Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007