Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Diálogos duma só voz (VI)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

14 de junho de 2010

Diálogos duma só voz (VI)

- Como eu gostava de entrar no teu mundo e perceber-te.
- mundo estranho, pensas tu. Mas enganas-te. Se lhe entrasses, rapidamente querias sair, porque não são livres os sonhos e é complicado estar aqui a lhes procurar na meado do fio invisivel da imaginação.
- Mas pareces livre de rir e chorar conforme te apetece...
- tangas! tantas são as vezes que choro lágrimas secas de saudade que pensas que eu estou a contar uma mentira que até parece é verdade só para te entreter.
- Mas aqueces-me a alma...
- e por isso não páro, mesmo quando as minhas lágrimas sabem a mar.


Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007