Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Diálogos duma só voz (XVII)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

29 de junho de 2010

Diálogos duma só voz (XVII)

- Que pensas deitado de baixo deste abrasador sol que do lado de lá está arrefecido e tapado pelo cacimbo?
- Em libertar o meu corpo das cargas pesadas da memória e caminhar para a inconsciência da inocência de quem não sabe mais que um presente instante.
- Filosofia para me enganar?
- Liberta-me de tudo o que me rodeia na confusão inerte de não poder me entregar de corpo e alma ao sonho antigo.
- Mais filosofia barata...
- Procurar as páginas em branco da minha vida e preenche-las com vida útil e livre de erros...
- M'engana...
- Procurar a tinta colorida para colorir o meu futuro que vou escrever nas páginas finais do meu romance...
- Desentendo-te.
- Aniquilar todos os demónios de consciência que me pesam num cansaço fácil de morrer sufocado.
- Me verdadas com palavras difíceis?
- Não. Procuro apenas encontrar aquele velho amor.


Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007