Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: afinal quem não sente saudade?
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de novembro de 2013

afinal quem não sente saudade?

Afinal de contas quem não sente saudade? Deitado no sofá, lá fora está frio, aquele ar e luz de inverno que ainda não chegou, a memória ferve com memórias que vêm à cabeça. A infância, aproveitando aqueles dias raros de chuva quente, de calções brincando ao foge do pingo até que todo o corpo era um pingo autentico. Aquela água entrando até aos ossos, chapinhar nas esquinas que tinham autênticos lagos citadinos. Ou lembrar aquele vizinha ou os amigos que já foram. A adolescência, os profs, as brincadeiras de bom e mau gosto. Tanta coisa fervilhando. Depois nasceu o amor. Amores imperfeitos. O primeiro beijo. A primeira euforia que deu insónia. Depois a idade mais madura em que coisas são deixadas de lado para ocupar com outras coisas e aí começa a haver passado e sonhos de futuro.
Afinal quem não sente saudade?
Amanhã, num qualquer amanhã, vos direi se não sinto saudade do hoje que soletro estas letras sentido saudade de saber que o presente é apenas o elo entre o passado e o futuro


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007