Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: deambulando
recomeça o futuro sem esquecer o passado

10 de setembro de 2007

deambulando

Estou por aqui sentado, deambulando a mente pelos caminhos dos sonhos e imagens de ficção mental.
Para muitos é a vida um caminho ondulante, uma estrada de rosas e espinhos, tortuoso e escarpado, de difícil acesso. Para outros um abismo. Espero que estes outros sejam poucos.
Me sento num descanso sem fim à vista, por isso lhe invento direcções, metas. Lhe introduzo correcções, formulas secretas, 3,14 da vida.
Me sento e deambulo por mim.

Sanzalando

3 comentários:


WebJCP | Abril 2007