22 de setembro de 2007

segredos

Enquanto eu me sento por aqui e te falo com palavras e silêncios o que me vai na alma, diz-me se alguma vez me desejaste, se alguma noite pensaste em mim? Diz-me se ouviste os segredos que te contei inconscientemente, ao fechar os olhos? O que sabes de mim? Quantas das minhas lágrimas guardaste no baú das tuas memórias? Diz-me, sem ser no teu silêncio.
Já sei que me dizes que o melhor segredo guardado é aquele que nunca foi revelado.

Sanzalando

3 comentários:

  1. "A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. O mais independente."

    ResponderEliminar
  2. Amigo inesquecível:
    Tenho algo no meu blog que lhe diz respeito.
    OBRIGADO por ser como é.
    Com o pedido de desculpas pelas faltas exageradas a este blog de encanto.
    O amigo sincero
    pena

    ResponderEliminar
  3. Nesta madrugada só te posso deixar o meu silêncio e um abraço muito apertado.

    ResponderEliminar

recomeça o futuro sem esquecer o passado