Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Imaginário Olhar
recomeça o futuro sem esquecer o passado

11 de setembro de 2007

Imaginário Olhar

Me sento por aqui. Olho para lá da persiana que abri e fico a ver o vazio duma rua deserta. Estou com os braços cruzados, assim como quem está só à espera. Se o olhar tocasse eu diria que sentia os olhos dela sobre mim. Mas assim é só uma ideia que sinto. Mas sabe-me bem.
Termino o cigarro que cada vez mais me sabe pior, para além de tudo o resto.
Penso no que faço aqui de braços cruzados e olhar despido. Mentalmente lhe fixo os meus olhos nos dela. Descruzo os braços, me afasto da janela e tenho a sensação profunda da derrota.
Volto à janela assim como que a querer gravar este momento para a eternidade. Sinto-lhe o olhar. Deixo-me adormecer sobre a suave carícia deste imaginário olhar.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007