Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: jogos
recomeça o futuro sem esquecer o passado

3 de setembro de 2007

jogos

Me sento algures por aqui, na procuro palavras, enquanto assisto ao esgotar da paciência, ao acabar da imaginação e ao silêncio que me invade como capim de beira de estrada.
Eu sei que estás aí, nesse lugar para lá da linha recta que é curva, que ainda que eu ignore as coordenadas, consigo sentir dentro de mim como se fosse o teu sorriso trocista.
Jogamos o jogo das escondidas em que sempre tens acabado como vencedora, feliz.
Eu, preso no tédio, respiração ofegante, procuro encontrar-te num espaço que seja o meu.
Mas a verdade é que do ponto mais alto da minha mente, ao lado do vazio feito precipício, encontro-te numa cascata multicolor de partículas fluidas em que eu possa te descrever.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007