Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sombras
recomeça o futuro sem esquecer o passado

26 de novembro de 2007

sombras

Me sento por aqui como com medo da noite. Procuro um lugar que me traga a recordação do cheiro da terra molhada, o pôr-do-sol cor de fogo antes do regresso da noite e das suas sombras.
Mas vá lá que as palavras e os sentimentos não têm sombras.
O silêncio é tão escuro como as sombras e deixam um rasto de saudade.
Bem, eu às vezes me sinto uma sombra com o peso das palavras que falam de sentimentos rasgados em saudades e nostalgias. Eu às vezes me sinto noite e falarei até que as sombras não existam.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007