Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: tem horas?
recomeça o futuro sem esquecer o passado

19 de setembro de 2010

tem horas?

Me sento com a pontualidade de quem não tem horas, mas vê que elas passam num voar de rapidez que qualquer dia vão até faltar. Mas se faltarem eu não vou poder dizer que não tentei chegar a horas. Tem vidas assim, em que o relógio não tem pontualidades, horários que não têm regularidades e momentos que não existem habitualmente. Azares.
Tem horas que não vejo a esquina que devo dobrar, a subida que devo subir e a descida que devo repousar. Mas lhes procuro com avidez e teimosamente no dia a dia. Tem horas que eu penso a vida tem ouvidos e se me escuta faz mesmo o contrário só para me arreliar. Me atrasa a vida num atraso de vida que me parece irremediável. Me enervo, me ansioliticamente desespero e transpiro de raiva contra o mundo que não é mais o que eu queria ter como meu mundo.
Tem horas que eu gostava de ser sapo e esperar a bela princesa, de ser rei e ter um império a meus pés. Mas essas horas são mais breves que muitos segundos que eu tenho permanentemente.
Tem horas que pego as fotografia a preto e branco e não me revejo no passado que intensamente lhe vivi.
Tem horas? Então me diga apenas que horas são! Estou a ficar com medo de não chegar a tempo!


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007