Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: emoções de mar
recomeça o futuro sem esquecer o passado

18 de outubro de 2010

emoções de mar

Sempre perto do mar. Um dia alguém me vai dizer que eu vou morrer afogado de tanto mar. Desimportei-me por completo. Esse mar aí, ele nasce mesmo lá pertinho do meu destino virado do início que será um fim certo. Mas por agora me sento, ou caminho perto dele, e me deixo navegar por pensamentos e imaginações. Esse mar assim que é água como é água a nossa emoção. A gente chora de felicidade, agente chora de tristeza, a gente sua de nervosismo, a gente sua de prazer. Portanto acaba por ser tudo uma inundação já que a gente não é nem robot nem máquina de fazer coisas.
Assim vamos lá recapitular, as nossas emoções como a raiva, a tristeza, a euforia, o amor e outras mais que se mostram com água, podem nos levar a tomar decisões erradas, precipitadas ou pelo contrário, nos fazem reagir quando parece que morremos de tanto espanto e tanta transpiração gelada.
Perto do mar as minhas emoções caminham como um rio para ele e ninguém vai notar na minha transparência. Ou pelo menos vai ficar na dúvida.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007