15 de julho de 2009

enigmas.

Não me canso de olhar-te.
Enigma.
A minha atracção parece que não se desgasta.
Outro enigma.
Na escuridão parece que te vejo mais radiantemente luminosa.
Mais outro enigma.
Hoje mais uma vez te quero tanto como sempre te quis.
Enigmaticamente enigmo-me no teu desejo!

Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado