Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: dormindo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

29 de maio de 2013

dormindo

Fugindo de todos, me escondo nesta vazia praia de mar azul e areia de mil cores, trancando-me num mundo de fantasias, calibrado em caligrafias redondas, perceptíveis, pontuações mal feitas de modo a aguentar o mundo de lá de fora, de maneira conveniente.
Fujo, é verdade. Escondo-me de lugares novos, reprimo a curiosidade e fecho os olhos a novas pessoas e novos sorrisos.
Me amargo, me remeto ao medo das desilusões, fecho os ouvidos a tantas promessas e outras quantas estórias. 
Não, não estou cansado de viver neste mundo nem deste mundo que vive comigo. Estou é cansado de engolir as minhas misérias e lamentar o que queria esvaziar.
À noite, quando as luzes se apagam, entra o silêncio desolador e, enfim, a felicidade chega porque adormeci de consciência livre e tranquila.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007