Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: entre pingos
recomeça o futuro sem esquecer o passado

20 de maio de 2013

entre pingos

Entre pingos que teimosamente me querem molhar neste passeio entre pensamentos e sonhos, julgo que serei a cópia perfeita de um idiota. Eu me esquivaria deles, eu me refugiaria deles, mas não verdade não tenho queda para isso e cada vez mais me entranho por eles.
Por entre estes pingos soltos, está mais que provado que jamais conseguirei amar alguém, se não o eu que transporto no meu egoísmo de sonhar e pensar em voz alta. Típico de amor próprio. O que me vale é que tenho a mala carregada de memórias e de outras estórias que não me causam dano.
Por entre estes pingos espaçados consigo ver que os meus olhos ainda conseguem sorrir, como sorri um idiota numa ilha de solidão


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007