Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: rescaldo de Natal
recomeça o futuro sem esquecer o passado

27 de dezembro de 2010

rescaldo de Natal

Me deixo enrolar no turbilhão das palavras cruzadas como se elas fossem os aros das bicicletas que serviam de brinquedo. Como mesmo se chamava? Brincar ao aro? Já me vai a memória... mas me lembro que foi o primeiro e único monociclo que tive. A gente corria, a gente andava e era quase o dia inteiro. E o meu primo brincava era tampa de panela a servir de guiador do seu imaginário camião. O arame que empurrava o aro, era o eixo? Ai uê que se me vai a memória... Mas naquele tempo não havia reumático nem falta de ar. Faltava só mesmo era tempo para brincar mais.
Tás a ver, me deixei enrolar nas palavras da memória e me esqueci de falar dos presentes ausentes deste Natal. Mas também quem é que vai querer saber o que eu ganhei de ser menino bem comportado?
O mais importante foi mesmo que ganhei tempo de não ter tempo de ver o mar e ainda de me lembrar do meu velho aro que foi o meu primeiro monociclo.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007