7 de maio de 2007

Uma corrida desnecessária

Olá. Desculpa a minha respiração ofegante.

Estás aqui faz muito tempo?

O quê? Sempre estiveste atrás de mim, me acompanhaste na corrida?

Sabes, hoje não caminhei, corri. Andei por este final de zulmarinho numa velocidade com medo de perder uma oportunidade, com medo de não ver o futuro a chegar. Não te falei porque estava concentrado na corrida, na velocidade. Sei que os meus pés não alcançavam a mente, de tanto ela correr. Acho mesmo que dei de caras com um ataque cardíaco, mas lhe fugi a tempo.

Não te podia falar, também não sabia que estavas atrás de mim.

Estou desculpado?

Afinal de contas eu corria mesmo porquê? Seja lá o que for, não merece a minha morte.

Senta aqui e me deixa respirar até retomar um fôlego para te poder falar as coisas que me apetecer falar mesmo que às vezes te pareça um labirinto de letras.



Sanzalando

4 comentários:

  1. Sou também muito descuidado com a saúde. Acho que deveria também correr mais. Um ataque cardíaco? Não! Pressinto que não ou talvez? Quem sabe. Mas, nunca seria desnecessária, quero crer.
    Penso que todos, mas todos, esperariam por si. Tem imenso valor, pode acreditar. E, que seria feito do "sanzalando"? Não! A sua presença é muito necessária neste espaço, que é seu e de muita gente que o tem neles. Na sincera amizade por si. É imperiosa a sua constante presença. Seria perder um tesouro imenso.
    Com estima
    Abraço
    pena

    ResponderEliminar
  2. Conterra
    Na corrida tropeça-se em pedras e cai-se em buracos. Numas conseguimos nos levantar ou esquivar, mas noutras cai-se mesmo de magoar.
    Se faz ferida, assopra-se e com carícia de alguém, a dor passa.Todos sabem que te magoaste. Está lá a ferida para curarem.
    Pior é quando te custa levantar mas não tens ferida! Estás magoado mas só tu sentes...os que gostam de ti tentam assoprar e acariciar mas não vêm o tamanho da ferida! Essas deixam a cicatriz que te ensina: pra quê correr se 20min de caminhada/dia também são saudaveis e fazem-me chegar lá?
    Vou continuar "na tua traz" mas vamos nas caminhadas ok?
    Abraço
    Armanda

    ResponderEliminar
  3. Viva Carlos:

    ... e neste "labirinto de letras" o facto é que, por vezes, me consegues confundir.

    Passa uma óptima semana.
    Um abraço,

    ResponderEliminar

recomeça o futuro sem esquecer o passado