10 de agosto de 2013

Olha só

Olha para esta brasa.
Lá estás tu, estou a falar do calor e tu a olhar em redor parece é luz de farol em pleno dia.
Vou dar um mergulho, entrar no zulmarinho de cabeça e aproveitar esta onda, de calor e rumar para sul ver se consigo chegar lá onde o meu olhar não chega.
Pensas eu enlouquei? Olha as ondas e não parece te está a chegar o convite de um vem para aqui. As ondas do mar. Tás hoje para me contrariar?
Já sei, o calor te faz mal e desconversamos.
Vou tratar o meu bronze a imaginar cada braçada eu daria.


Sanzalando

Sem comentários:

Enviar um comentário

recomeça o futuro sem esquecer o passado